Fazendo DMA funcionar no Debian/Ubuntu

Até o meio do ano passado, meu computador era um Athlon XP 2.3 GHz com 128 MB de memória e 40 GB de HD. Fraquinho, mas funcionava até bem. Eu continuaria utilizando-o cotidianamente se não tivesse de utilizar o OpenOffice.org e o Eclipse. Além disso, estava querendo brincar com outros sistemas operacionais, e preferia virtualizá-los. Isso obviamente era inviável na máquina antiga.

Vendo que não havia mais para onde escapar, comprei outro computador. O computador era de um amigo meu, tinha 80 GB de HD, 1 GB de memória, gravadora de DVD e uma placa GForce 2200, ou algo assim. É uma máquina ótima para meus objetivos. Formatei as partições, instalei um Debian e configurei a máquina.

Notei, porém, que o computador estava bastante lento, muito mais lento que minha máquina antiga. Depois de pesquisar, descobri que era um problema com o HD e DMA. O syslog estava cheio de mensagens como:

Apr 8 00:17:41 localhost kernel: ide: failed opcode was: unknown
Apr 8 00:17:47 localhost kernel: hda: status timeout: status=0xd0 { Busy }
Apr 8 00:17:47 localhost kernel:
Apr 8 00:17:47 localhost kernel: ide: failed opcode was: unknown
Apr 8 00:17:47 localhost kernel: hdb: DMA disabled
Apr 8 00:17:47 localhost kernel: hda: drive not ready for command
Apr 8 00:17:47 localhost kernel: ide0: reset: success
Apr 8 00:14:07 localhost kernel: hdb: dma_timer_expiry: dma status == 0x41
Apr 8 00:14:07 localhost kernel: hdb: DMA timeout error
Apr 8 00:14:07 localhost kernel: hdb: dma timeout error: status=0x58 { DriveReady SeekComplete DataRequest }

Aparentemente, havia algum erro ao carregar os módulos do DMA. Pesquisando sobre o problema, vi sugestões para verificar a saída do comando hdparm -i /dev/hda. O resultado foi algo como:

/dev/hda:

Model=SAMSUNG SP0802N, FwRev=TK100-24, SerialNo=S00JJ10XB83245
Config={ HardSect NotMFM HdSw>15uSec Fixed DTR>10Mbs }
RawCHS=16383/16/63, TrkSize=34902, SectSize=554, ECCbytes=4
BuffType=DualPortCache, BuffSize=2048kB, MaxMultSect=16, MultSect=off
CurCHS=16383/16/63, CurSects=16514064, LBA=yes, LBAsects=156365903
IORDY=on/off, tPIO={min:240,w/IORDY:120}, tDMA={min:120,rec:120}
PIO modes:  pio0 pio1 pio2 pio3 pio4
DMA modes:  mdma0 mdma1 mdma2
UDMA modes: udma0 udma1 udma2 udma3 udma4 *udma5
AdvancedPM=no WriteCache=enabled
Drive conforms to: ATA/ATAPI-7 T13 1532D revision 0:  ATA/ATAPI-1,2,3,4,5,6,7


* signifies the current active mode

Em resumo, a linha

UDMA modes: udma0 udma1 udma2 udma3 udma4 *udma5

indicava que o módulo do DMA estava carregado! O que, então, estava dando errado?

Em uma breve pesquisa no Google, encontrei essa thread nos Ubuntu Forums. Nela, alguem sugere verificar se o HD estava configurado para Master ao invés de Cable Select. Meu HD já estava jumpeado e cabeado como Master. Todas as outras soluções que encontrei não funcionaram para ninguém – inclusive, não funcionavam para mim. O que fazer?

Pois bem, em um experimento, eu coloquei o HD como Secondary Master; antes, reconfigurei o GRUB para que o root do kernel passasse a ser /dev/hdc1 e editei o /etc/fstab trocando /dev/hda por /dev/hdc (e vice-versa). Liguei a máquina e… Voi là! O problema sumiu!

Hoje, porém, fui tentar configurar o HD como Primary Master e pesquisar por uma solução menos estranha. Infelizmente, tive novamente o mesmo problema com DMA, não importasse o que eu fizesse. Desisti e voltei o HD para Secondary Master – afinal, estava só explonrando possibilidades. Quando reinicio a máquina, o erro de DMA reaparece, agora com o HD como Secondary Master! Desligo então a máquina, tiro e recoloco o cabo flat no HD e reinicio a máquina. Voi là!2 o problema foi resolvido novamente.

Então, se você está tendo esse problema, tente tirar e recolocar o cabo flat, que pode estar frouxo. Se isso não funcionar, dá uma olhada na thread citada, que ela tem boas dicas. Entretanto, se ela não te ajudar, tente colocar o HD como Secondary Slave (ou como Master Slave, se já estiver como Secondary Slave). Vai que funciona, não é?

HTH. Até mais!

Tags: , ,

2 Respostas to “Fazendo DMA funcionar no Debian/Ubuntu”

  1. Pedro Says:

    Oi, Adam.

    A gravadora de CD está no mesmo cabo do HD master? Tente deixá-lo como secondary master e deixar o HD sozinho como primary master.

    Boa sorte!

  2. brandizzi Says:

    Olá, Pedro!
    Não, não verifiquei isso… Vou verificar e fazer um update no post, se der certo. Valeu pela dica!
    Até!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: